' Camila, por Camila.

Minha foto
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil
Citando Clarice já de início, diria que 'minha alma tem o peso da palavra nunca dita.' Com um pouco de ousadia diria ainda que 'a palavra é meu domínio sobre o mundo!' Mais! Diria que sou compulsiva com coisas que gosto, como livros, filmes, séries, fotos, entre tantas outras. Gosto de muito mais coisas do que não gosto. Sou facilmente conquistada, e não sou tão fácil de desconquistar. Para escrever, me considero muito mais subjetiva, na vida muito mais objetiva. Posso dizer que amo, amo os amigos, os que me amam, e mesmo os que não amam. Mas, me assusto com o amor, acho o amor forte demais, grande. E não sei lidar muito bem com ele. Tenho medo de amar e magoar, de ser amada e magoada. Tenho medo de tanta coisa... Sou aquela que quer decidir o que fazer da vida e quer fazer isso direito. Aquela aspirante a Historiadora e que gosta muito, mas sempre tem um pouco de dúvida. Mas, falar de si mesmo é parcial demais, deixo para os que me conhecem e ainda assim me compram! Por Camila.

domingo, 6 de novembro de 2011

Eu queria mesmo saber o que está acontecendo comigo. A cada dia que passa conheço mais pessoas, pessoas muito divertidas e eu devia me sentir completa, não? Eu não devia ter esse vazio dentro de mim todos os dias ao acordar. Eu deveria ter algum motivo pra me levantar da cama, além do motivo que tem aterrorizado o meu ano: Estudar! Provavelmente eu tinha que me sentir bem, por pessoas gostarem de mim e se importarem comigo. Mas, eu acho que não me importo. Talvez o que eu me importasse esteja perdendo todo o sentido pra mim, e eu não sei como achá-lo. Não queria me perder, não queria deixar de acreditar em tudo que um dia quis, principalmente me tornar essa pessoa cética e racional que cada vez mais tenho sido. No entanto, talvez seja isso o que aconteça, talvez eu deva deixar rolar e ver onde tudo isso vai dar.
Eu não tenho medo desse vazio, as vezes esse vazio me traz muito conforto, pra ser sincera. Sentir demais cansa, machuca, destrói, o vazio revitaliza, não gasta energias, o vazio é vazio. Mas, será mesmo bom? O fato de não querer sentir deveria ser algo preocupante? Porque nos últimos dias está sendo extremamente complicado me preocupar com coisas minhas. Está sendo complicado viver esses últimos dias. E por um lado, isso parece bom, tenho estudado bastante, dormido (apesar de ter sonhos agitados durante toda a noite), tenho me alimentado, vejo alguns seriados e quando muito até saio com os amigos.
Amigos esses que muitas vezes se perdem, outros se acham, alguns reconheço, outros me pergunto se um dia conheci. Acho que as decepções que tenho tido, são responsáveis por grande parte da minha descrença em tudo. Decepções comigo, com grandes amigos, com pessoas importantes demais pra mim, e eu não sei como lidar com isso. Não sei como aconteceu, mas hoje não consigo olhar na cara de quem antes foi a minha mais importante amiga, e o pior disso, é que eu nem sei se me importo. Só quero o meu quarto, a minha solidão pra poder respirar. E tenho respirado bem, apesar de tudo. No dia seguinte eu ainda sinto que posso viver, que posso continuar vivendo, e estudando, e correndo atrás do que esperam de mim, do que querem que eu faça, que eu consiga. Porque eu nem sei se estou lutando pelo que eu quero. E muitas vezes eu tenho quase certeza de que não. Tenho quase certeza de que estou fazendo o que querem que eu faça. Mas, quem é que se importa mesmo? Foi o que eu pensei...

sábado, 5 de novembro de 2011

Eu vou indo...

Eu poderia passar noites em claro, pensando como tudo isso vai acabar.
Mas, eu vou indo!
Já tenho dormido tão pouco que nem vale a pena tentar.
E eu vou indo...
Os dias vão passando, o ano chegando ao fim,
e o trabalho não acaba nunca.. Não ainda.
Mas, vai acabar! Enquanto isso? Eu vou indo.

sábado, 6 de agosto de 2011

Ao MESTRE DOS MESTRES!


"Há pessoas que nos falam e nem as escutamos, há pessoas que nos ferem e nem cicatrizes deixam mas há pessoas que simplesmente aparecem em nossas vidas e nos marcam para sempre." (Cecília Meireles)

É impossível, ler todas as coisas que dizem dele e não chorar, ou não pensar que ele foi o melhor professor das nossas vidas! Sem desmerecer o valor de todos os outros!
O Matheus é o tipo de cara que sempre vai ser citado, entre alunos, ou numa conversa de bar! Ele nos ensinou a ver a vida de um jeito diferente, de um jeito melhor, ele foi um puta cara foda! E vai ser pro resto de nossas vidas! E eu quis escrever isso, desde segunda quando soube o que aconteceu. Mas, fiquei me perguntando se seria digna de caracterizar essa pessoa sensacional que ele foi, se eu tinha o direito de expor o que eu penso dele pra outras pessoas.
O Matheus quebrava tabus em sala de aula, ele não tinha vergonha de jogar a verdade na nossa cara e eu nunca imaginei que pudesse me sentir tão triste assim, por uma pessoa que "não era meu amigo" como ele mesmo dizia!
O fato é que o Matheus nunca foi APENAS um professor! Ele sempre foi um MESTRE! E é como o MESTRE DOS MESTRES, é que eu me lembro dele. Como o melhor professor que alguém pode ter, como o cara feliz pra caralho, realizado demais, e que gostava de nos ensinar essa matéria foda que é a Literatura!
Não consigo tirar a imagem viva dele, da minha mente, e todos os dias, quando eu vejo algum cara, estilo "Jesus", "Gabriel, o Pensador", "Lobão", dentre outros tantos apelidos que ele já teve em sala, om aquele cabelo cacheado! É só daquele cara que eu me lembro! É só dele dizendo palavrões, e zuando, e nos ensinando a viver e sorrir com seu jeito irônico e divertido.
Eu posso dizer mil coisas sobre ele, mas, nada vai me parecer digno do Mestre! E nada que eu diga vai fazer eu me sentir melhor sobre isso.
Desejo que a Isa, assim como toda a família e amigos tenha muita força pra lidar com isso! Porque se eu me sinto assim, como será que eles estão se sentindo?
Acredito que o Matheus foi Mestre de muita gente! E que ele fez um papel no mundo que poucos fizeram, ou vão fazer! Seu jeito tocou muiita gente e digo isso como pessoa, antes de aluna!
Ao quinto hermano! Uma parte do que eu sinto! Vai ficar sempre! =\
MESTRE! Onde quer que esteja, espero que esteja bem, em paz e feliz! Realizado pelo trabalho que fez em nós e vendo o quanto faz falta!
Curtindo um bom som se possível!
Não se esqueça da diferença que fez pra tanta gente aqui!


Nunca serei boa o suficiente pra falar disso, e não preciso relembrar suas falar, ou conselhos pra dizer que você marcou! Você sempre vai ficar em cada um dos seus alunos, amigos, familiares! Por tudo o que foi e representou pra todos! Um muuuitíssimo obrigado, daqueles pra quem você fez toda a diferença! Essa é a minha maneira de demonstrar a sua importância em minha vida!

"É tão estranho! Os bons morrem jovens!" Já disse Renato Russo! Mas, acho que você foi cedo demais, mestre! =\

segunda-feira, 25 de julho de 2011

HUG!



Querer estar junto, sentir uma vontade imensa de apertar,
pensar somente nessa pessoa antes de dormir.
E ao acordar.
E em grande parte das outras horas.
Passar horas, pensando como será esse encontro.
Imaginar um sorriso, e sorrir com isso.
Sentir um abraço, vindo de longe, cheio de vontade, mas imaginário.
Sentir um beijo, que vem com a brisa.
Se distrair num pensamento bom.
Pensar em um só caminho, um só lugar e uma só pessoa.
Sentimento.
Abraço.
Vontade.
É forte, e é imenso.

Por, Camila.

"O dia é feito de chão, poeira e estrada.."


E parabéns, aos escritores,
famosos, não famosos,
lidos ou não!
Parabéns a cada um que se dedica à arte da escrita!

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Como viver?


Eu não consigo entender nada.. Eu não me decido!
Parece que estou prestes a tudo, mas, nunca chego a nada.
Não paro de pensar, e por mais que eu pense, nunca chego a nenhuma conclusão!
Mal sei pra qual curso, quero prestar vestibular, são tantos. Não sei o que quero comer amanhã, se quero sair ou não, se vou ou não à aula. Não sei direito como me sinto, não sei o que fazer, sequer o que querer, e eu quero tantas coisas! Não sei como agir, diariamente, e isso me incomoda um bocado!
Na verdade, às vezes penso que não sei de nada, às vezes acho melhor deixar a coisa rolar, ir empurrando com a barriga, mas, e aí? Esse é o jeito certo de se viver a vida? EXISTE um jeito certo de vivê-la? Algum dia eu saberei como fazer, o que fazer e mais que isso, POR QUE fazer? Vou conseguir tomar decisões, fazer coisas que eu gosto, e parar de me importar com pessoas que sequer gostam de mim?
Quando é que vou ter os amigos que sempre quis? Quando eu vou encontrar a saída?
Quando eu vou parar de pensar e começar a viver?
Acho que eu estou cansada! ¬¬'

* Guilherme, estou com saudades de você, dos seus posts e dos seus comentários! Me fazem um bem danado! Volte pra cá! :)

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Heart liar.. confused..

-

Quão longe pode ir uma mentira? E quanto ela pode me machucar e machucar os outros?
Espero que algum dia, meus sentimentos façam algum sentido, e não me machuquem tanto...




sexta-feira, 27 de maio de 2011

"Orkontro One Tree Hill."

Então,
estou um pouquinho atrasada com esse post, mas, ainda me lembro bem de como foi estar com vocês naquele sábado!
Eu comecei bem mesmo (rs), anotei UM dos telefones do Thiago no meu celular, e liguei ao sair da aula. O celular tocava, tocava, tocava, e nada de alguém atender, já desesperada e um pouco atrasada, fui para o ponto de ônibus e ainda no ônibus continuei telefonando pra ele. Eu sabia onde tinha de descer, e sabia mais ou menos o nome da rua, mas isso não diminuiu meu desespero! Cheguei à rua, e era uma daquelas ruas em que ninguém se conhece e todas as casas são bem grandes, logo não pude ver se alguma delas tinha mais ou menos movimento, e como não sabia o número da casa, fiquei perdida.
Fiquei andando meio sem norte pela rua, e estava tendo uma festa em uma das casas, praticamente só tinha homens, um pagodão tocando e muita cerveja. Eles me chamaram pra ir beber com eles e eu, apesar da tentação e assustada demais pra isso, apenas perguntei se eles conheciam a Alessandra, disseram que não fizeram gracinha e eu continuei a perambular por ali.
Até que depois de estar ali parada por meia hora, uma idéia brilhante me ocorreu, liguei para o Duh e pedi a ele para olhar no meu email, porque lá devia ter o endereço, e ele encontrou. Isso deve ter aumentado meu atraso em uns dez minutos, mas, eu consegui chegar!
Bati na casa da Alê e entrei meio sem graça com toda aquela gente desconhecida, mas, em menos de meia hora já conhecia todos pelo nome, e mais algum tempo depois já me sentia como se os conhecessem a minha vida inteira! Ganhei um CD no Amigo Oculto, da Raquel, que por sinal é o cúmulo do divertido, ganhei o chocolate da Nathália, e dei o CD pra ela! O chocolate eu dei pra Marina, que tinha tirado no sorteio!
Mas, como falar do Orkontro sem falar do Pedro, com seus olhos azuis cobiçados por todos! Ou da Fran com seus sorrisos e abraços, do Luiz com as suas loucuras, da Pri que se parece tanto comigo! Da Alê que nos deixou dormir na caixa d'água, do Thiago que foi quem começou tuudo, da Isa que é quase a promoter dos Orkontros, da Maíra, da Paula e da Nathália tão quietinhas, eu achei, da Marina, minha colega de bairro que eu nem conhecia antes disso!
Como não dizer que eu não queria ir embora dali e parar de conversar com vocês? Que a tanto tempo eu não me divertia tanto, conversava sobre coisas que eu gosto ou encontrava pessoas que gostam de coisas parecidas com as minhas!
Lembro que a minha cabeça estava doendo muito, muito mesmo, e ainda assim eu só queria ficar mais com vocês e tirar mais fotos legais, e se possível dormir na caixa d'água. RS. Nem me lembro quando foi que eu ri taanto assim, ou quando gostei tanto, de tantas pessoas em tão pouco tempo. E é como foi dito no Orkontro, nós não tinhamos a menos obrigação de nos gostarmos, mas, aconteceu, e com isso nos escolhemos né! Perdi a carona das meninas que começaram a ir embora, porque não conseguíamos parar de conversar (Eu, Priscilla, Luiz, Alê e Pedro), e depois de todos irem embora, eu e a Pri ainda demos trabalho para a Alessandra, que nos levou no ponto de ônibus!
O trajeto é, um pouco longo, e eu e a Pri tivemos muito para conversar e rir!
Marcamos o próximo Orkontro para o dia 3 de julho, e ele promete ser tão divertido quanto o outro! Se não for mais divertido ainda, com as brincadeiras e o Amigo Oculto de sempre!
Nem preciso falar que estou mais que ansiosa para o próximo! E que foi muuuito, muito bom mesmo, conhecer vocês!

Postarei algumas fotos do Orkontro!

Nosso lanchinho e o bolo das aniversariantes, Isa, Fran e Marina!



Todos juntos pra uma foto bacaana! ;)


Eu e a Nathália! :)

Nooossa amada caixa d'água! s2


Até o próximo gente! Continuarei ansiosa aguardaando! =D
Beeeijos pra quem é de beijo, Abraaços pra quem é de abraço!

sexta-feira, 6 de maio de 2011


"Queria poder te usar,
e não lhe fazer sofrer,
não lhe fazer chorar.
Queria te fazer sorrir,
e que sempre acreditasse em mim.
Porque o meu melhor,
jamais desejaria o seu pior." ( Camila N. Figueiredo )

"É estranho como algumas coisas acontecem.
Mesmo que esteja tudo bem,
sempre há algo
sobre o que queremos reclamar.
Mas, tudo bem, não vale a pena se lamentar.
Se no fim de tudo,
tudo fica como tem de ficar." ( Camila N. Figueiredo )

Estava mexendo num caderno antigo, onde eu escrevia, e achei uns trechos de pensamentos, na maioria das vezes estão ligados a uma pessoa, ou a várias, ou a mim mesma.
Não sei direito. Mas, sobre o post do Orkontro, estou esperando as fotos! :D
Estou atolada de coisas pra fazer e está dando tudo errado, logo agora que eu não podia, estou gripada, com meu ciso me matando, minha garganta coçando, meu nariz também, alérgico! Então, é por isso que estou um pouco ausente aqui!
Comecei a assistir The Tudors, e estou adorando, vale a pena!
Enfim, se eu pegar as fotos, tento postar aqui ainda nesse fim de semana.
Beeeeeijos!

sábado, 30 de abril de 2011

Em Breve!

AMANHÃ, AMANHÃ, POST DO ORKONTRO MARAVILHOOOSO E FOTOS! =)

AGUUUUUARDEM, HOJE ESTOU MORRENDO DEMAIS.
BJS!

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Planos para o Mês!

Olá, olá pessoal!
sim, estou em um momento meio sem tempo, inclusive agora, estou postando rapidinho aqui antes de estudar, já que matéria e exercícios é o que mais tem aqui em casa.
Estou pensando se vou ter animo para ir num show de axé mês que vem, e não tenho muita certeza na verdade, já que tenho achado tudo muito fútil nesses shows.
Pode ser exagero meu, mas, enfim, estou pensando.
Vou num Orkontro de OTH (One Tree Hill)! *-*
Acho que ainda não tinha dito aqui, mas é, e vai ter Amigolate, e um Amigo Oculto de CD, onde cada um vai gravar um cd de músicas que gosta, e vamos trocar no dia do encontro.
Estou super animada, porque nunca dava pra eu ir, e dessa vez eu vou de qualquer maneeeeira.
Mas, ainda estou com o pé atrás um pouco, já que tecnicamente eu não conheço NINGUÉM, e não consigo socializar muito bem pela comunidade, já que não fico na internet, então, na pior das hipóteses, ninguém falará comigo, é.
Vai ter show do Jack Johnson aqui, e eu não vou. Assim como, não vou no show do McFly e não fui no U2 (o que me conforta é que o U2 foi em SP). Maas, ainda há a possibilidade de eu me distrair em uma micareta. HSAUHSAU E eu não sei dizer se isso é bom.
Vou marcar um almoço com alguns dos meus amigos da escola, e matar a saudade deles!
E acho que por hoje isso é tudo que eu tenho a dizer. EStou postando rápido pra estar empolgada ainda quando terminar e for estudar, então.

Um beijo para todos e com sorte ainda essa semana eu volto! :)

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Top 10 dos Meus Clipes Preferidos!

Esse é o primeiro meme que eu faço, feliz, feliz, feliz, e demorei horrores pra fazer, mas, gostei muito, muito! =D E espero que vocês gostem dos meus favoritos!
Estou meio cansada do meu simulado, maas, amanhã tem mais. Saí com a Fernanda pra beber umas cervejas depois da prova e estou proonta pra dormir! =) Mas, vamos aos clipes!
Em sua maioria não serão aqueles clipes super elaborados com animações e cia. Mesmo porque prefiro músicas e clipes mais acústicos.
A ordem é aleatória . hehe

1 - Dear Mr. President - Pink
Considero essa sem dúvidas a melhor música da Pink, só isso já explica o motivo de ela estar aqui. E o clipe, assim como a música, têm uma sinceridade que poucos tem coragem de expor. Na verdade não sei se coragem é a paravra certa, mas, de qualquer forma é uma música que mexe comigo. Não é sempre que me lembro de quem me mostrou qual música, mas, essa talvez pela sua grande relevância que têm em mim, me lembro que foi a Jessyca a MUITO tempo atrás, ela nem deve lembrar mais! :)

2 - First Date - Blink 182
Acho que por ser um dos primeiros clipes que assisti, por ser uma das minhas bandas preferidas, e por ser o clipe da minha infância e adolescencia esse clipe foi de longe o mais lembrado. O fato da ter sido a primeira música do Blink que eu ouvi, também pode ter me influenciado, já que depois dela o Blink esteve na minha vida demais. Quem me apresentou a banda, assim como a música, provavelmente foi o meu primo, Tiago. O mesmo que me mostrou o Red Hot Chili Peppers, O Rappa e várias outras bandas que não sairam dos meus ouvidos até hoje!

3 - Transylvania - McFly
Pra começo de conversa, a música é uma das minhas preferidas do McFly. Uma das minhas preferidas primeiramente, porque o meu Dougie lindo canta nela! :D Mas, além disso o clipe chega a ser cômico algumas vezes, pelo menos pra mim. E mais ainda pelo refrão, que por coincidência é uma das partes que o Dougie canta: "People marching to the drums
Everybody's having fun
to the sound of love
Ugly is the world we're on
If I'm right then prove me wrong
I'm stunned to find a place we belong"
Em tradução: "Pessoas marchando ao som dos da bateria, todo mundo está se divertindo ao som do amor. Feio é o mundo em que estamos. Se estou certo, então prove que eu estou errado. Estou doido para encontrar um lugar aonde eu pertença."
A música assim como a banda eu descobri sozinha, acho, e foi a uns 5 ou 6 anos atrás, quando a banda não era das mais conhecidas aqui, eu acho, não sei bem...

4 - Please Don't Leave Me - Pink
Sou apaixonada com o clipe, e com o cinismo dela após ferrar o marido, ou namorado sei lá, de todas as maneiras. A parte do cachorro é uma das melhores, assim como a cara de louca dela no finalzinho do clipe. Acho que no fundo, no fundo eu desejo ser um pouquinho assim, mas, só um pouquinho. E esse clipe descobri por acaso na TV, nas poucas vezes que assisti coisas do tipo Top 10, etc.

5 - Codinome Beija-Flor - Cazuza
Como a maioria das músicas, essa é uma das minhas preferidas do Cazuza, não sei exatamente porque, na verdade, mas, acho que ela me trás uma boa sensação. Acho complicado explicar porque essa, já que na verdade as músicas dele tem sempre esse efeito em mim. Sinto que o tom de voz é diferente nessa música, talvez o que me encanta seja o jeito como ela é cantada. No clipe, o olhar dele me chama muito a atenção! É possível também que tenha me chamado atenção a situação na qual a música foi escrita, em uma cama de hospital. E sempre gostei da parte que diz: "Que só eu que podia, dentro da tua orelha fria... Dizer segredos de liquidificador."
E só a pouco tempo atrás eu descobri que essa expressão significa algo como tocar, massagear sua orelha com a língua. RS.

6 - Mais que a mim - Ana Carolina & Maria Gadú
Simplesmente porque a música é maravilhosa, a Ana e a Gadú são maravilhosas, e trabalhando juntas mais ainda. Cantam muuuito bem, resumidamente posso dizer que são fodíssimas! Também porque "Eu já nem sei bem pra onde vou, mas agora eu vou!"
Achei muito bacana o vídeo das duas juntas, assim como a música e é, acho que é isso.

7 - De Ontem em Diante - O Teatro Mágico
Pra começar O Teatro Mágico já é maravilhoso, mas esse vídeo é o que eu mais gosto.
"Da luta não me retiro, porque todo dia de manhã é nostalgia das besteiras que fizemos ontem!" A música Cuida de Mim também é maravilhosa... Eles são muito fodas, e espero que no próximo show deles aqui em BH, eu possa ir!

8 - Relicário - Cássia Eller e Nando Reis
Outra dupla das melhores, os dois tem uma mega sintonia, pra falar uma puta sintonia (não falei), a música é uma daquelas que eu não me canso de escutar, e o vídeo mais idem. Não sei mais o que dizer, rere. Mas, todo mundo sabe que é muito boa essa música, e quem não sabe fique sabendo!

9 - Jackie Tequila - Skank
Melhor dos melhores clipes, apesar de não ser o oficial, é o melhor porque eu estava lá, e essa foi de longe a melhor música do show! Foi um dos melhores shows pra mim, e eu nem fui pensando que seria isso tudo! As companhias foram ótimas como sempre, isso ajudou um bocado também!

10 - You've Got A Friend - McFly
Estava em dúvida entre Californication e ela, mas o clipe dessa música me fez chorar quando o assisti, acho que por isso ele ocupa essa lista hoje. Me emocionei horrores quando vi no DVD esse clipe, além de já ser apaixonada com a música!
O vídeo não estava disponível, então, vai o link mesmo! =)

Essas foram os meus 10 clipes preferidos, cantores, músicas e tudo mais o que estiver aí né!
Tenho que dormir, então, beijos, beijos!

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Breves Comentários

Olá, Hello, Hola! Como estamos?!
Ainda não tive tempo de pensar em coisas que me animam, não muito na verdade, apesar de que anda sendo muito fácil pensar no que me desanima.. Mas, melhor não citá-las e correr o risco de desanimá-los. Né?!
Apareci aqui hoje, meio rápido, porque tenho simulado nesse fim de semana e o tempo está passando mais rápido ou é impressão minha? Faltam menos de dois meses para minhas provas de vestibular do meio do ano, e eu estou a um passo da loucura total, mas, espero conseguir conter minha loucura até o fim das provas! Esse fim de semana vai ser como qualquer outro dia normal, nem o meu domingo de paz eu terei! Então, vocês não sabem como eu estou DESEJANDO este feriado, e olhe que Páscoa nunca foi meu feriado preferido!
Estou lendo o livro "Contos de Aprendiz", de Carlos Drummond de Andrade, que de longe é um dos meus escritores favoritos. O livro na verdade é para o vestibular, mas, é muito interessante. Estou me preparando para a leitura do "Antes do Baile Verde", também do vestibular e que é o meu próximo desafio!
Assisti o filme Joana D'arc, de Luc Besson (1999) e recomendo, apesar de que acho um pouco confusa a história da mesma, e acredito muito na hipótese de que ela não tinha nada de anormal, apenas queria se vingar dos Ingleses, que mataram sua irmã. Mas, acredito também, na possibilidade de ela ser "paranormal" e realmente ouvir vozes, ou qualquer coisa, e com isso ela tenha ajudado os ingleses de boa fé, no sentido, ela teria os perdoado e cumprido a sua missão. Mas, assistam o filme e tirem suas próprias conclusões, as minhas são bem confusas, eu acho.
Próxima meta de filme: O Discurso do Rei e Diários de Motocicleta.
Sim, estou focada nos filmes com algum valor histórico, é isso que o vestibular está fazendo comigo!
Com isso, fico por aqui, e vou imprimir o boleto da minha primeira inscrição de vestibular do meio do ano!
Música do momento: O Tempo Não Pára - Cazuza. (Em homenagem 9 dias atrasada, aos 53 anos que teria completado dia 4 de Abril, porque suas músicas me inspiram.)
Vídeo da Música:

sábado, 9 de abril de 2011

Sábado de Espartana!

Não sei se no próximo post, ou talvez depois do próximo, vai depender do meu grau de animação e do tempo que eu terei com a cara fora dos livros. Bom, estive pensando em escrever sobre algumas coisas que me animam muito, já que o último post foi meio desanimador - pra mim pelo menos -. Talvez eu volte hoje mesmo e escreva, não sei, a verdade é que neste momento eu não deveria estar aqui, mas o fato é que não estou acostumada a ter leitores, menos ainda comentários, então, me empolguei considerávelmente (a ponto de ser sensurada pela minha prima e colaga de quarto) quando li os comentários. Enfim, resolvi ficar para responder, e acabei lendo os posts e acabei ficando e aqui estou a quase duas horas.

No sentido, em breve postarei sobre "Coisas que me animam!", mas, falando de hoje rápidamente e explicando o título do post. Eu não tinha parado para pensar nisso antes das minhas aulas de história de sábado no cursinho, mas, agora vejo muito sentido. No quê?

Meu professor de história, refere-se à nós, alunos, como espartanos, e eu confesso que levei um certo tempo, para processar o significado disso.

Os Espartanos foram guerreiros bravos, treinados desde os sete anos para as tarefas militares, e assim como os homens, as mulheres também treinavam, para manterem a forma, e com isso, gerarem descendentes aptos ao combate. Com certeza, ando me sentindo uma espartana esse ano, mas no caso, tenho que lutar contra folhas de papel, e contra meus concorrentes (não, não planejo atacar pessoas do cursinho). Mas, ainda assim não é lá muito fácil, estudar, estudar, estudar, e assim sucessivamente, como ando fazendo. Acordando as seis da manhã de sábado para encarar um novo dia de estudos, e assim também no domingo, com a diferença de acordar a hora que eu quiser, pois também mereço descanço.

Fazendo uma referência ainda à minha aula de história de hoje, o professor falou sobre o massacre em Realengo, e o que me fez parar mais uma vez para ouvir sobre isso, foi o fato de que ele, tirou disso uma preocupação, que eu mesma já mantinha antes da tragédia. Como estaremos daqui a algum tempo? Qual é o valor que nós enxergamos no ser humano, para tirar/ferir uma vida com tal facilidade? Digo tal facilidade, porque mesmo que não atiremos em crianças, ou matemos pessoas diretamente, às vezes desvalorizamos as pessoas com quem convivemos, ou no nosso íntimo mais profundo nos sentimos melhores que alguém. Quando na verdade temos tantos problemas quanto qualquer outro, e mais do que isso, viemos todos do mesmo lugar, seja qual for esse lugar, seja qual for a sua crença, religiosa, científica, filosófica, sei lá! Acredito que as pessoas ferem muitas vidas, e as vezes nem se dão conta disso.

Outro ponto foi que, com as invenções tecnológicas, hoje tantas pessoas não têm a necessidade de ver um amigo, melhor de estar com um amigo, de sentir, sabe? Conversamos através de tantas redes sociais, vemos fotos, videos e até pensamentos de amigos. E nos sentimos tão ligados com isso, que nem percebemos a falta que faz aquele abraço, daquele amigo. Isso me preocupa, porque eu sinto falta, eu tenho necessidade de presença, não sei viver de ausência e nem quero aprender. Quero contato, quero virtudes, quero continuar acreditando na raça humana!


Quero ter motivos para crer no futuro, não para temer!

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Para a sua Felicidade Instantânea, ou não.

Seria mentira dizer que gostei de você assim que nos conhecemos. Seria errado te esconder que te achei extremamente chato e antipático naquele dia, esconder que odiei o seu jeito de se afastar dos outros, e principalmente de não se aproximar de mim. Por isso, não escondi, te disse isso de diversas maneiras e tantas vezes, mas, sempre entendi que isso não tinha em você a mesma importância que em mim.

Tudo bem, nunca fomos próximos mesmo, vivi muito tempo sem a sua presença aqui, e continuei vivendo da mesma maneira.. sem você.

Te conhecer foi pra mim uma incógnita, ainda hoje não sei porque diabos, o destino te colocou no meu caminho. Fizemos diferença um no outro? Tocamos o coração um do outro de alguma maneira? Ou mesmo o pensamento, a razão, visão de mundo, sei lá. Política. Que seja! O que foi que eu fiz na sua vida? Te ajudei quando precisou? Acho que sim.

Quando nos aproximamos e passamos a conversar mais, eu já sabia que não seria mais do que o seu ombro amigo, como acabei sendo. E não esperava mais do que isso. Não esperava um conto de fadas, não acredito nisso e você sabe. Não esperava que nada de bom acontecesse comigo, mesmo porque, você sabe né.

Só queria mesmo te ajudar, queria que você não se sentisse tão triste, tão sozinho, traído, substituído... Não queria que você se sentisse, como eu me sentia. Queria que você enxergasse aquilo tudo que eu enxergava em ti. Aquilo que eu não tive tempo de enxergar antes desse momento. Queria falar de poesia e de poetas com você. Falar de música, falar de vida, compartilhar pensamentos! Quis cantar à você, e cantei, mesmo que mal treinada. Quis fazer parte da sua vida, ter momentos com você e saber do que se passava em sua mente.

Não me importava, e nem me importo que você não quisesse participar disso da mesma maneira que eu. Eu poderia ter a sua amizade pra sempre, poderia te dar conselhos, te ouvir, e ainda aceitar seus conselhos. Poderia discutir com você sobre a minha vida, e sobre a sua. Poderia te ajudar a conquistar o seu amor, ou a esquecer uma ilusão. Não sei, talvez eu esteja tendo-me por mais forte do que realmente sou, é possível. Conservaria a sua amizade por quanto tempo você quisesse e meus ombros estariam ali, assim como meus ouvidos e meu olhar também. Poderia te aquecer com palavras, com as mesmas te esfriar quando necessário, mas, nunca com elas te julgar. Faria-te previsões astrológicas, e riria delas contigo, te ajudaria a interpretá-las, como fiz tantas vezes. Viraria noites jogando fora nossa prosa, e te mostrando a música em mim, como também já virei.

Eu não vou ser hipócrita, você bem sabe o quanto eu odeio hipocrisia. Não vou mentir que, às vezes, deitada em minha cama, antes de dormir, desejei que você se interessasse por mim, mais do que pela outra que hoje te dá migalhas. Desejei que você me enxegarsse como algo mais que seu ombro amigo. Desejei que você visse em mim, o mesmo que sua família. Desejei o seu jeito fechado, calado, e também o seu sentimento, seu carinho. O seu jeito de gostar de medidas sempre me atraiu. E digo ainda que no meu mais íntimo pensamento, imaginei toda uma vida que viveríamos. Imaginei os almoços familiares no domingo, os passeios no sítio, os tantos filmes que assistiríamos, os shows... Imaginei tanto, que daria uma meia vida narrada aqui. Desnecessário, não vai mesmo acontecer. E ainda que aconteça, não teria o mesmo valor.

Não teria, a partir do momento em que você não viu, do momento em que você não sentiu. Do momento em que você, deixou, escolheu, sofreu, esqueceu, sofreu, desculpou, voltou, decidiu e assumiu. Não esperava que sua última atitude fizesse essa diferença pra mim, mas fez. Não acredito, que você irá encontrar o que sempre quis e desejou nos olhos que escolheu, nem nas palavras que esses lábios dirão, faltará ouvidos para as suas palavras. Faltará coração para todo o seu sentimento, coração esse que não pertenceu a você, e hoje ainda eu não sei se pertence. Quem sabe, não é?

Não te desejo isso, desejo que seus olhos se encontrem e você se sinta completo, desejo que o encaixe dos seus lábios seja perfeito, desejo que seus corações se aqueçam, que seus desejos queimem de um jeito bom, desejo que você sinta arrepios com uma voz ao pé do ouvido, e que se sinta muito especial do lado dela. Não porquê ela seja especial, nem porque ela mereça tudo isso, e todo o seu coração, não! Desejo porque é você quem merece, mesmo que às vezes não mereça. É você quem sente, é você e só você que merece felicidade e paz nessa relação. Você pode suprir dela as carências que sempre sentiu, mas, eu te amaria, eu saberia amar o seu mau-humor de segunda.

Não! Não direi que me apaixonei por você, e nem que sou apaixonada por você, seria fútil, vazio. Posso dizer que gostaria de te vivido contigo, um momento, um vida, não sei.

Direi que eu ainda hoje queria ser sua amiga, gostaria de não ter sido excluida de sua vida como fui, mas, é assim que acontece, e como já disse, nunca acreditei em contos de fadas, mesmo que os ache lindos. Eles não são mesmo pra mim. Shakespeare faz mais o meu estilo, só que sem as mortes. RS.

Espero que a sua felicidade não seja instantânea, e que você não mais enxergue o que eu tanto desejei que enxergasse aqui. Agora já não encontro sentido nisso, e nem sei se um dia eu voltarei a encontrar. Talvez você seja só mais uma pessoa que passou. Deixou lembranças, mas, passou... E ainda não sabe se volta.


-

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Fim trágico de uma Dieta Trágica!

Como eu tinha dito, sobre a dieta. Comecei na segunda e tomei meu primeiro copo de leite as seis da manhã. Às nove, meu estômago deu a primeira roncada, e depois disso deixou de ser divertida a dieta. Passei o dia desejando um bom prato de arroz com feijão e além disso, vocês devem saber que eu sou uma pessoa extremamente stressada e nervosa, no caso isso só piorou. Tomei 4 copos de leite, malhei à noite e fui dormir, SEM ESTUDAR. Na terça feira eu já estava a ponto de matar um, foi quando eu desisti e me joguei na salada ao chegar do cursinho! Dica para quem se interessou, se você estiver atoa, tipo de férias, e não tiver a necessidade de "aforgar as mágoas" na comida, tente. Se malhar, nem comece, exercício físico requer muita energia e copinhos de leite não são isso tudo. Se estiver, como eu e fase de vestibular, e estudando como um louco, não faça, você provavelmente, perderá dias de estudo, como eu perdi dois! Mas, se ainda assim quiser, a notícia boa é que eu perdi um quilo em um dia! =) E cuidado para não desmaiar, pois a fraqueza que eu senti foi absurda. E ainda, agora voltei a fazer minha dieta de pessoas normais. rs Me sinto bem, mas deseeeeejo uma pizza! Boa noite, pra quem é da noite!

domingo, 3 de abril de 2011

- Começando uma dieta!

Oi amiguinhos e amiguinhas do meu Brasil! Depois de engordar 4 Kg dos 7 que tinha consiguido emagrecer, eu e minha prima e companheira de quarto, Fabiana, decidimos procurar uma dessas dietas de emagrecer rapidamente. Sabendo dos riscos, não faremos a dieta por mais de 8 dias que é o tempo que ela demora. E planejamos perder 8 Kg nesse tempo. Estamos falando da Dieta do Leite, provavelmente será muito complicado conseguir fazê-la, mas, tentaremos, e com algum esforço acho que provavelmente vou conseguir. Veremos! Vou tentar relatar como estou me sentindo durante esses dias e se tiver tempo de pesar digo também se a dieta está funcionando. Caso eu pare de postar, morri. RS. A Dieta do Leite 1º dia - 6 copos de leite 2º dia - 4 copos de leite + 2 frutas 3º dia - 2 copos de leite + 2 frutas + queijo à vontade 4º dia - 4 copos de leite + 1 fruta + 1 bife 5º dia - 2 copos de leite + 2 frutas + 1 ovo + 1 bife 6º dia - 2 copos de leite + 1 fruta + 1 ovo + 1 bife + queijo à vontade 7º dia - 3 copos de leite + 3 frutas 8º dia - 2 copos de leite + 1 fruta + 1 bife + queijo à vontade * dieta não recomendada por mais de 8 dias! Então, torçam por mim, e para que eu emagreça, amanhã será meu primeiro dia, volto pra dizer como foi. =) Beijos, beijos e tchau!

domingo, 20 de março de 2011

Distrações...

Aqui estou, escrevendo para quem me lê.
Falando um pouco sobre mim, digo que me apaixonei pelas aulas de literatura do meu cursinho, e aguardo-as ansiosamente. Assim como as de Goegrafia, e de Biologia.
Bom é só isso o que eu tenho feito até o momento, nesse ano.
Estudando, e dessa vez é estudando mesmo.
Tipo sem vida social mesmo, mas, tudo bem, tudo pra passar no vestibular.
Lí um dos livros do vesibular de Uberlândia, MUITO BOM! Chama Anjo Negro, e conta a história de um negro que não aceitava a sua cor, e que era casado com uma branca, a quem ele estuprava todas as noites. Pra saber mais, leia, vale a pena, é um livro pequeno e dá pra ler rapidinho!
Agora quero ler o Ensaio Sobre a Cegueira, também do vestibular e que também parece muito bom! Estou terminando de ler "Memórias Póstumas de Brás Cubas".
Comecei a assistir o anime de "NANA", mas prefiro o mangá... Assistindo também Dr. House, que continua me encantando, e a cada dia que passa gostando mais e mais dos clássicos da Literatura, Machado e Drummond, principalmente.
Mas, voltando ao Dr. House, fico cada vez mais viciada nele, e na série, rere.
Falando de música, tenho escutado muito Cazuza, Lobão, Cássia Eller, Chico Buarque, Caetano, e muito Ana Carolina e Maria Gadú. Escutá-los faz muito bem pra mim, mesmo! Mas, eu acredito que isso é meio psicológico. Enfim.. façam o teste. Recomendo principalmente, Codinome Beija-Flor do Cazuza, Tudo diferente c/ a Maria Gadú, Robô, Roboa do Lobão, Relícário c/ a Cássia Eller, Partido Alto com Chico e Caetano!
Então, sobre os filmes, baixei vários, mas não tive tempo de assistí-los. Assisti A Morte e Vida de Charlie, e adorei! Chorei como uma louca, mas isso é normal. Juntos pelo Acaso e Caçador de Recompensas, também recomendo muito! Vale a pena assistir.
No mais, peço que torçam por mim no vestibular, mesmo que ainda esteja longe. E que mandem alguma positividade daí pra cá, por que é o que eu tento fazer a quem lê, quando posto aqui.
De qualquer maneira, aqui está um pouco do que tenho sido e vivido esse ano. Em breve observações sobre algumas pessoas. Sabem que eu gosto de analisar as pessoas.

"Não durma antes de sonhar..."

domingo, 6 de março de 2011

Ih... O Carnaval...

Então... Vamos falar de Carnaval?
O Carnaval, não é nem de longe meu feriado preferido.
Não que eu não goste, apenas não tive ainda oportunidade de aproveitar nenhum dos meus. E também devo isso ao fato de que os meus carnavais são marcados por datas e acontecimentos não muito agradáveis quase sempre.
Espero que isso mude no ano que vem, por que já estou um pouco cansada de assistir à seriados, rs.
Ano passado, passei uma semana assistindo os Seriados Coreanos da Máh (inclusive, recomendo o Tayou no Uta, é bem legal), mas, esse ano, por exemplo, acho que minha falta de planos (lê-se dinheiro) nesse Carnaval veio a calhar. Estou um pouco atrasada com meus estudos e o feriado me está sendo muito útil até o momento. Já consegui estudar muito do que precisava, mas ainda falta muito! O seriado da vez é Dr. House, o que não ajuda muito nos estudos, fico focada naquela delícia do House. Mas, até o momento estou conseguindo conciliar as coisas. Que bom!
Nesse momento, por exemplo, eu poderia estar em Ouro Preto, Pompéu ou Diamantina, se tivesse dinheiro. Poderia estar em Itabira se tivesse ânimo. Em Itabirito, Nova Lima, se não tivesse preguiça. No sítio, se tivesse dinheiro, de novo. Acho que no momento é o que me conforta, pelo menos eu tive muitos convites esse ano. Geralmente sou esquecida durante o Carnaval.
Mas, me conformo em assistir o carnaval na televisão por agora, espero que não por muito tempo mais, e se tudo der certo, no ano que vem melhora, e melhora horrores.
Fiquei muito triste por não conseguir assistir o desfile da Mancha e nem o da Gaviões.Espero conseguir ficar acordada pra ver o desfile da Unidos da Tijuca, e o da Grande Rio. Nem espero ver o da Mangueira e da Beija-Flor, porque serão muito tarde, ou cedo não sei.
Espero também ter um dia a oportunidade de passar um Carnaval em Olinda, e também o de Porto Seguro e Salvador.
Mas, por hoje, fico por aqui, e para os que como eu, estão sem folia no Carnaval, Engenheiros do Hawaí diz tudo:

"Mas nós, dançamos no silêncio.
Choramos no Carnaval...
Não vemos graça nas graçinhas da tevê,
morremos de rir no horário eleitoral..."

Um beijo pra quem me lê, e para os que não leêm também. :)

quarta-feira, 2 de março de 2011

De mim, pra mim!

-

Olá! :)
Vai parecer estranho pra quem ler, mas, quase ninguém lê isso mesmo..
Então, hoje está tudo bem, ou não muito mal, ou melhor que muita gente, e pior também.
Estar bem ou não depende do referencial, depende do que eu considero bom. Eu acredito que poderia estar muito melhor, acredito que poderia me esforçar mais, acredito que posso evoluir o quanto eu quiser, então não julgaria ótimo o meu estado de espírito, mas, também não diria que está ruim, apenas pode melhorar.

Às vezes eu me sinto meio estranha, com várias coisas que acontecem, mas, não como se esse não fosse o meu lugar, e sim como se eu não o estivesse respeitando.
Acho que ando pensando demais na literatura, na filosofia, nas coisas da vida, espero ter alcançado algum dos meus objetivos quando chegar o dia de ler esta carta. Todos os pensamentos, subjetivos, objetivos, diretos ou não, conotativos ou denotativos, tudo isso se passa com frequência em minha cabeça. E eu me confundo com atitudes que tomo todos os dias.
Posso dizer que queria ser uma pessoa melhor, sem manias, sem vícios... Eu poderia ser mais virtuosa, mas, fico feliz com minhas virtudes. Elas me fazem diferente, de qualquer outra pessoa que eu conheça.
Diariamente, me impressiono com as coisas que eu posso sentir. Posso sentir falta de um amigo que me traiu, ou de alguém que me chateou, posso chorar por alguém que já me fez mal, posso desejar tudo de melhor, a quem eu sei que me deseja o pior. Posso gostar de quem não gosta de mim, posso me interessar por pessoas que me olham com desprezo. Prefiro enxergar qualidades nas pessoas, não me acho digna de apontar defeitos! Não sou ninguém para qualificar alguém como bom ou ruim, nem sei classificar a mim mesma.
Sei que confio muito em pessoas, e à mais de um ano digo isso aqui no blog. Sinceramente, acredito que nunca vou conseguir mudar isso. Apesar de esperar, que sim.
Tenho estudado um bocado, e dormido um bocado, poderia estar estudando mais, e espero melhorar isso, o mais rápido possível. Quem sabe amanhã, não é?!
Por hoje, só quero dormir, minhas próximas seis horas de sono, e tentar não sentir pena de mim mesma, afinal, eu não sou digna de pena, não ainda pelo menos.
Isso foi mais depressivo do que eu queria, mas, quem se importa, é carta é pra mim mesma, e eu não ligo.



Instante

(Carlos Drummond de Andrade)



Uma semente engravidava a tarde.
Era o dia nascendo, em vez da noite.

Perdia amor seu hálito covarde,
e a vida, cocel rubro, dava coice,
mas tão delicioso, que a ferida no peito transtornado, aceso em festa, acordava,
gravura enlouquecida, sobre o tempo sem caule, uma promessa.
A manhã sempre-sempre, e dociastutos eus caçadores a correr, e as presas num
feliz entregar-se, entre soluços.
E o que mais, vida eterna me planejas? O que se desatou num só momento não
cabe no infinito, e é fuga e vento.

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Em 2011 eu vou...

- Estudar muito
- Fazer 18 anos
- Acampar. (De novo)
- Ler meus livros novos, que já estão ficando velhos.
- Encontrar meus amigos da escola
- Emagrecer e não engordar de novo
- Ser mais organizada
- Pintar meu cabelo
- Postar mais aqui no blog
- Realizar mais que planejar
- Não brigar
- Me chatear menos.
- Desapegaaar! =)
- Não me iludir.
- Ser mais vida!
- Ir mais à igraja
- Pensar menos, mas, acertar mais.
- Sair, na medida certa.
- Largar a TV
- Não pirar com o Facebook.


E taaantas outras coisas mais.. Terça feira começam minhas aulas no cursinho, agora é passar ou passar. (ny)

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Tentando lidar..

Chega um momento em que acreditamos sinceramente que nada em nossa vida vai melhorar, não há como melhorar e mesmo que melhore não terá melhorado. Soa confuso né? Mas, é o que eu tenho pensado por um longo tempo, bastante mesmo.

Acho que me sinto mediocre demais quando dou conselhos aos meus amigos. Quando digo que "vai melhorar, um dia isso passa", mediocre porque eu já não acredito mais nisso, não acredito que exista "a pessoa certa", a que vai gostar de você além dos seus defeitos. Acho difícil que velhas amizades voltem a ser como antes, quase morro com essa nostalgia que tenho sentido todos os dias, dia após dia.

Odeio pensar que poderia ter feito tudo diferente, odeio pensar que tudo isso é minha culpa. Só minha, de mais ninguém. Passei muito tempo culpando as pessoas por coisas das quais só eu tinha o controle. Desisti de querer que isso passasse, desisti de ficar aqui com pena de mim mesma. Tanta gente implora por um pouco mais de vida, né? E eu aqui, desperdiçando a minha.

Em um filme, ouvi a seguinte frase: "Não se procura o amor, ele te acha." Sinceramente, desisti de ser encontrada, e não me importo, mesmo. Não acredito na outra metade da laranja, e nem que eu precise de alguém pra me fazer feliz. Pra ser feliz eu só preciso de mim mesma, não preciso ferir pessoas, não preciso me iludir com pessoas, não preciso me ferir. Só preciso acreditar, e ter a mim mesma. Deixei de acreditar no sermão de "uma hora isso passa", agora eu acredito no "você pode fazer com que isso passe!", o controle da sua vida, é você quem tem e não vai adiantar apertar o pause.

Parei de acreditar em príncipe encantado, eles não existem na vida real, no máximo em comédias românticas. Mas, acredito que Deus tem grandes planos pra todos, só ainda não é a minha hora. Porém, não espero a minha hora com angústia, angústia nunca é bom pro coração, esperarei minha hora, vivendo a vida, e viverei da melhor maneira possível. Viva como se fosse morrer amanhã!

Esqueci que a preguiça me persegue, mandei ela pra longe. Ninguém precisa de muito pra ser feliz, não na realidade. E ninguém sabe exatamente do que precisa prra ser feliz, eu não sei. Em algum momento, acredito que seja necessário desistir, para no momento seguinte, decidir recomeçar. Não digo que funcionará, mas, sempre podemos tentar, certo?

Eu ainda acredito em amizade, e espero nunca deixar de acreditar, porque a amizade é o maior amor, o que nunca morre. Eu ainda acredito nas pessoas, e é por isso que sofro. Eu acredito em música, acredito em livros, em palavras. Acredito em abraços, muito mais que em beijos. Acredito no futuro também.

" Tú te tornas responsável, por tudo aquilo que cativas."

"Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu."

"Tudo o que precisamos é de uma mão pra segurar e um coração pra nos entender."

Top 10 da Semana.

  • 1º Músicas - Marcelo D2, Los Hermanos, Chico Buarque
  • 2º Livros - Leite Derramado
  • 3º Pessoas - Eduardo, Pedro, Jessyca, Leka
  • 4º Filmes - Sociedade dos Poetas Mortos
  • 5º Séries - Star Trek, One Tree Hill
  • 6º Comidas - Pizza
  • 7º Poema - Poema de Sete Faces
  • 8º Bebidas - Fanta Uva
  • 9º Lugar - Casa do Eduardo, Pizzaria
  • 10º Pensamento - "Iaiá, se eu peco é na vontade de ter um amor de verdade, pois é."
Ocorreu um erro neste gadget

Leitores *