' Camila, por Camila.

Minha foto
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil
Citando Clarice já de início, diria que 'minha alma tem o peso da palavra nunca dita.' Com um pouco de ousadia diria ainda que 'a palavra é meu domínio sobre o mundo!' Mais! Diria que sou compulsiva com coisas que gosto, como livros, filmes, séries, fotos, entre tantas outras. Gosto de muito mais coisas do que não gosto. Sou facilmente conquistada, e não sou tão fácil de desconquistar. Para escrever, me considero muito mais subjetiva, na vida muito mais objetiva. Posso dizer que amo, amo os amigos, os que me amam, e mesmo os que não amam. Mas, me assusto com o amor, acho o amor forte demais, grande. E não sei lidar muito bem com ele. Tenho medo de amar e magoar, de ser amada e magoada. Tenho medo de tanta coisa... Sou aquela que quer decidir o que fazer da vida e quer fazer isso direito. Aquela aspirante a Historiadora e que gosta muito, mas sempre tem um pouco de dúvida. Mas, falar de si mesmo é parcial demais, deixo para os que me conhecem e ainda assim me compram! Por Camila.

quarta-feira, 2 de março de 2011

De mim, pra mim!

-

Olá! :)
Vai parecer estranho pra quem ler, mas, quase ninguém lê isso mesmo..
Então, hoje está tudo bem, ou não muito mal, ou melhor que muita gente, e pior também.
Estar bem ou não depende do referencial, depende do que eu considero bom. Eu acredito que poderia estar muito melhor, acredito que poderia me esforçar mais, acredito que posso evoluir o quanto eu quiser, então não julgaria ótimo o meu estado de espírito, mas, também não diria que está ruim, apenas pode melhorar.

Às vezes eu me sinto meio estranha, com várias coisas que acontecem, mas, não como se esse não fosse o meu lugar, e sim como se eu não o estivesse respeitando.
Acho que ando pensando demais na literatura, na filosofia, nas coisas da vida, espero ter alcançado algum dos meus objetivos quando chegar o dia de ler esta carta. Todos os pensamentos, subjetivos, objetivos, diretos ou não, conotativos ou denotativos, tudo isso se passa com frequência em minha cabeça. E eu me confundo com atitudes que tomo todos os dias.
Posso dizer que queria ser uma pessoa melhor, sem manias, sem vícios... Eu poderia ser mais virtuosa, mas, fico feliz com minhas virtudes. Elas me fazem diferente, de qualquer outra pessoa que eu conheça.
Diariamente, me impressiono com as coisas que eu posso sentir. Posso sentir falta de um amigo que me traiu, ou de alguém que me chateou, posso chorar por alguém que já me fez mal, posso desejar tudo de melhor, a quem eu sei que me deseja o pior. Posso gostar de quem não gosta de mim, posso me interessar por pessoas que me olham com desprezo. Prefiro enxergar qualidades nas pessoas, não me acho digna de apontar defeitos! Não sou ninguém para qualificar alguém como bom ou ruim, nem sei classificar a mim mesma.
Sei que confio muito em pessoas, e à mais de um ano digo isso aqui no blog. Sinceramente, acredito que nunca vou conseguir mudar isso. Apesar de esperar, que sim.
Tenho estudado um bocado, e dormido um bocado, poderia estar estudando mais, e espero melhorar isso, o mais rápido possível. Quem sabe amanhã, não é?!
Por hoje, só quero dormir, minhas próximas seis horas de sono, e tentar não sentir pena de mim mesma, afinal, eu não sou digna de pena, não ainda pelo menos.
Isso foi mais depressivo do que eu queria, mas, quem se importa, é carta é pra mim mesma, e eu não ligo.



Instante

(Carlos Drummond de Andrade)



Uma semente engravidava a tarde.
Era o dia nascendo, em vez da noite.

Perdia amor seu hálito covarde,
e a vida, cocel rubro, dava coice,
mas tão delicioso, que a ferida no peito transtornado, aceso em festa, acordava,
gravura enlouquecida, sobre o tempo sem caule, uma promessa.
A manhã sempre-sempre, e dociastutos eus caçadores a correr, e as presas num
feliz entregar-se, entre soluços.
E o que mais, vida eterna me planejas? O que se desatou num só momento não
cabe no infinito, e é fuga e vento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Top 10 da Semana.

  • 1º Músicas - Marcelo D2, Los Hermanos, Chico Buarque
  • 2º Livros - Leite Derramado
  • 3º Pessoas - Eduardo, Pedro, Jessyca, Leka
  • 4º Filmes - Sociedade dos Poetas Mortos
  • 5º Séries - Star Trek, One Tree Hill
  • 6º Comidas - Pizza
  • 7º Poema - Poema de Sete Faces
  • 8º Bebidas - Fanta Uva
  • 9º Lugar - Casa do Eduardo, Pizzaria
  • 10º Pensamento - "Iaiá, se eu peco é na vontade de ter um amor de verdade, pois é."
Ocorreu um erro neste gadget

Leitores *