' Camila, por Camila.

Minha foto
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil
Citando Clarice já de início, diria que 'minha alma tem o peso da palavra nunca dita.' Com um pouco de ousadia diria ainda que 'a palavra é meu domínio sobre o mundo!' Mais! Diria que sou compulsiva com coisas que gosto, como livros, filmes, séries, fotos, entre tantas outras. Gosto de muito mais coisas do que não gosto. Sou facilmente conquistada, e não sou tão fácil de desconquistar. Para escrever, me considero muito mais subjetiva, na vida muito mais objetiva. Posso dizer que amo, amo os amigos, os que me amam, e mesmo os que não amam. Mas, me assusto com o amor, acho o amor forte demais, grande. E não sei lidar muito bem com ele. Tenho medo de amar e magoar, de ser amada e magoada. Tenho medo de tanta coisa... Sou aquela que quer decidir o que fazer da vida e quer fazer isso direito. Aquela aspirante a Historiadora e que gosta muito, mas sempre tem um pouco de dúvida. Mas, falar de si mesmo é parcial demais, deixo para os que me conhecem e ainda assim me compram! Por Camila.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

HUG!



Querer estar junto, sentir uma vontade imensa de apertar,
pensar somente nessa pessoa antes de dormir.
E ao acordar.
E em grande parte das outras horas.
Passar horas, pensando como será esse encontro.
Imaginar um sorriso, e sorrir com isso.
Sentir um abraço, vindo de longe, cheio de vontade, mas imaginário.
Sentir um beijo, que vem com a brisa.
Se distrair num pensamento bom.
Pensar em um só caminho, um só lugar e uma só pessoa.
Sentimento.
Abraço.
Vontade.
É forte, e é imenso.

Por, Camila.

"O dia é feito de chão, poeira e estrada.."


E parabéns, aos escritores,
famosos, não famosos,
lidos ou não!
Parabéns a cada um que se dedica à arte da escrita!

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Como viver?


Eu não consigo entender nada.. Eu não me decido!
Parece que estou prestes a tudo, mas, nunca chego a nada.
Não paro de pensar, e por mais que eu pense, nunca chego a nenhuma conclusão!
Mal sei pra qual curso, quero prestar vestibular, são tantos. Não sei o que quero comer amanhã, se quero sair ou não, se vou ou não à aula. Não sei direito como me sinto, não sei o que fazer, sequer o que querer, e eu quero tantas coisas! Não sei como agir, diariamente, e isso me incomoda um bocado!
Na verdade, às vezes penso que não sei de nada, às vezes acho melhor deixar a coisa rolar, ir empurrando com a barriga, mas, e aí? Esse é o jeito certo de se viver a vida? EXISTE um jeito certo de vivê-la? Algum dia eu saberei como fazer, o que fazer e mais que isso, POR QUE fazer? Vou conseguir tomar decisões, fazer coisas que eu gosto, e parar de me importar com pessoas que sequer gostam de mim?
Quando é que vou ter os amigos que sempre quis? Quando eu vou encontrar a saída?
Quando eu vou parar de pensar e começar a viver?
Acho que eu estou cansada! ¬¬'

* Guilherme, estou com saudades de você, dos seus posts e dos seus comentários! Me fazem um bem danado! Volte pra cá! :)

Top 10 da Semana.

  • 1º Músicas - Marcelo D2, Los Hermanos, Chico Buarque
  • 2º Livros - Leite Derramado
  • 3º Pessoas - Eduardo, Pedro, Jessyca, Leka
  • 4º Filmes - Sociedade dos Poetas Mortos
  • 5º Séries - Star Trek, One Tree Hill
  • 6º Comidas - Pizza
  • 7º Poema - Poema de Sete Faces
  • 8º Bebidas - Fanta Uva
  • 9º Lugar - Casa do Eduardo, Pizzaria
  • 10º Pensamento - "Iaiá, se eu peco é na vontade de ter um amor de verdade, pois é."
Ocorreu um erro neste gadget

Leitores *