' Camila, por Camila.

Minha foto
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil
Citando Clarice já de início, diria que 'minha alma tem o peso da palavra nunca dita.' Com um pouco de ousadia diria ainda que 'a palavra é meu domínio sobre o mundo!' Mais! Diria que sou compulsiva com coisas que gosto, como livros, filmes, séries, fotos, entre tantas outras. Gosto de muito mais coisas do que não gosto. Sou facilmente conquistada, e não sou tão fácil de desconquistar. Para escrever, me considero muito mais subjetiva, na vida muito mais objetiva. Posso dizer que amo, amo os amigos, os que me amam, e mesmo os que não amam. Mas, me assusto com o amor, acho o amor forte demais, grande. E não sei lidar muito bem com ele. Tenho medo de amar e magoar, de ser amada e magoada. Tenho medo de tanta coisa... Sou aquela que quer decidir o que fazer da vida e quer fazer isso direito. Aquela aspirante a Historiadora e que gosta muito, mas sempre tem um pouco de dúvida. Mas, falar de si mesmo é parcial demais, deixo para os que me conhecem e ainda assim me compram! Por Camila.

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

The Voice


    Ela não sabia exatamente com o que devia se importar naquele momento. O arrepio que a voz da outra causara nela tinha deixado-a em êxtase, e tudo isso, apenas por uma voz, que lhe falava ao telefone. Uma voz que agora já poderia ser identificada, uma voz que a tinha feito estremecer em uma noite. Noite dessas em que ela saía do quarto para atender a outra com mais privacidade, na varanda. Os ventos frios nem a incomodavam, eram relaxantes, e ali, naquele lugar, ela podia sorrir quando a voz a deixasse envergonhada. No canto escuro daquela varanda, ela podia desejar que a voz lhe falasse ao pé do ouvido, podia imaginar o hálito quente da voz ao falar-lhe com os lábios próximos dos seus. Podia também escutar aquele sotaque e se concentrar nele, sorrindo quando ele fosse bonito, ou engraçado.
    Ficava imaginando como seria o sorriso, aquela voz sorrindo. Ah... Aquela voz! Ah... Aquele sotaque! Ah! Aquele hálito que tanto imaginava, que respiraria junto dela, que a faria arrepiar-se, quando próximo do seu pescoço ou da sua orelha. E a voz, a voz lhe diria coisas, coisas que ela queria ouvir, coisas que até então só escutara pelo telefone. Se perguntava qual seria o sabor daquele hálito, daquela voz. Podia imaginar o cheiro daquela voz e seu corpo ficava estranho, estranho de um jeito bom, tremores, arrepios, aquele famoso frio na barriga. Mas, quando isso lhe acontecia, ela temia uma nova decepção, e se contentava com aquelas sensações que por si só já eram boas. Segurava-se, tentava controlar suas emoções, não deixar que elas ficassem tão "a flor da pele". Mas, aquela voz...
    Nos últimos dias aquela voz lhe trouxera sentimentos tão bons. Ela passava o dia pensando se ouviria aquela voz mais à noite. Pensava no que a voz lhe diria e ensaiava as suas reações, assim como o que responderia a ela.
    Ás vezes no meio de uma aula cansativa, se pegava imaginando as sensações, podia sentir em sua imaginação os lábios, donos daquela voz, a beijar-lhe o pescoço com calma, com delicadeza. Aqueles mesmos lábios beijariam então a região próxima a sua orelha e sorriria ao sentir que ela se arrepiava com isso. Os dedos dela, acariciariam o pescoço da dona daqueles lábios, donos da voz. Sentiria a pele dela se arrepiar, assim como a sua já estaria. Seus olhos se fechariam involuntariamente, como num transe, de modo que ela se concentraria nos toques daqueles lábios, tão desejados lábios. Quando se dava conta, havia perdido alguns minutos da aula, e sentia-se levemente arrepiada, apenas com a imaginação, apenas por pensar na voz. Ah... A voz! Nunca se sentira assim por uma voz, o sotaque daquela talvez ajudasse, mas, s voz lhe permitia tantos pensamentos. Talvez fosse concluir um dia... Que a voz era somente uma voz, não como qualquer outra, mas voz. Os lábios, eram apenas lábios, o dono, na verdade, era só mais uma pessoa. E a história, somente mais uma história.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Sabe como?

Sabe aquele momento em que você toma consciência de que se você não mudar a sua maneira de enxergar certas coisas, sua vida vai continuar a mesma, sempre? Você continuará essa metade de si mesmo, que anda por aí como se sequer vivesse, mas vive. Essa metade que sonha em ser completa um dia, mas ao invés de procurar dentro de si mesma a sua outra metade, vive buscando em outras pessoas. As pessoas não deveriam tentar completar umas às outras, elas tem que complementar! Uma relação deveria ter dois inteiros e não duas metades.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Para Jessyca Miranda.



          Acho que essa foi nossa primeira foto juntas. Parei pra pensar hoje e eu não me lembro desse dia. Só me lembro que nós duas vivíamos grudadas e que eu sempre gostei de você. Sabe aquela coisa de que os amigos você não conquista, reconhece? Acho que foi exatamente assim que aconteceu. Lembro que te achava o máximo antes de te conhecer. Você com suas roupas de skatista e toda aquela atitude que você em algum lugar aí ainda tem. Sei lá, só sempre achei que você tinha essas ideias legais e que você em si fosse uma pessoa legal. Não me enganei.   Hoje eu sei que você é sim, não o que eu imaginava, mas uma pessoa muito melhor do que isso. Sei que você faz muita coisa pelos seus amigos e fico feliz de poder me considerar sua amiga. Sei que você dá o melhor de si e que tenta sempre ser alguém melhor. Sei que você encanta todo mundo a quem conhece e não é pra menos, já que você tem esse seu jeito meio especial demais, sabe? Sei que uma pessoa que te conhece um dia, nunca poderia te esquecer, não com todas as suas qualidades. E você sabe que se falo isso é de coração, e é porque você é realmente importante. 








        Eu realmente espero que você fique na minha vida por muito tempo. E eu posso não falar isso, mas você devia saber que é uma grande benção na vida de cada pessoa que tem você por perto. Você devia saber que todo mundo te adora e que o lugar no mundo ocupado por você é um lugar muito especial. E não falo isso porque você me dá pizza! Hoje deveria ser um dia muito especial pra você e me desculpe se por qualquer motivo eu fiz dele menos importante do que ele é. O dia em que você faz duas décadas de vida, cara! Te desejo aquelas ótimas sensações, tipo a de acordar assustada a ver que ainda tem muito tempo pra dormir. Aqueles melhores e mais lindos sentimentos, como quando você está apaixonada e fica nas nuvens. Aquelas super diversões, tipo aquele dia do qual você não espera nada e acaba sendo incrível. Aqueles amigos mais queridos, tipo eu. HAHAHA. Aquelas maiores paixões, como quando seu coração dispara, suas mãos suam, sua barriga gela e as pernas ficam bambas só de imaginar que vai encontrar a pessoa. Enfim, todas aquelas melhores coisas do mundo!  E eu só queria deixar isso claro, pro caso de você não saber. Do quanto você é especial e importante, não só pra mim, mas pra muitas pessoas. E do quanto eu amo você e agradeço por ter a sua amizade! 





Feliz, feliz, feliz Aniversário! 
O vídeo é porque essa música sempree me lembra você! =)


segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Para você.

Belo Horizonte, 2 de janeiro de 2012.
Oi você,
não sei bem porque te escrever isso hoje. Talvez porque eu não consigo suprir com outras pessoas a falta que você faz no meu coração, na minha vida. Talvez porque o fato de receber sms o dia todo de várias pessoas, não é o mesmo que receber as suas sms. Eu não consigo entender o que foi que eu fiz para que você tomasse essa atitude. E não consigo me conformar com o fato de eu sequer merecer uma explicação. Eu merecia. Você não deu. Você sequer se importou com alguma coisa além do seu umbigo. Você nem pensou em como isso me deixaria, num ano tão difícil como esse. Você não tinha, não tinha o direito de aparecer, me tirar dos eixos, me fazer acreditar que tudo aquilo era real e cinco minutos depois mudar de ideia. Perceber que se enganou. Você se enganou? Sim, porque eu não sei. Não sei o que houve contigo. O que nós temos não é mais a mesma coisa pra você? Sou só eu quem sente uma falta absurda de conversar? Só eu que ainda sinto aquela vontade imensa de te abraçar até não poder mais? Sou só eu que penso em nós? Que sinto falta de nós.. Sinto falta de você. Você não percebe isso. Eu só queria entender, queria que você me dissesse, sei lá, talvez depois disso faça algum sentido pra mim. Talvez quando eu ouça você dizendo, eu consiga enxergar um sentido nisso tudo. Acho que não...
Sabe o que me desespera um pouco? Pensar que seus sorrisos não serão meus. Pensar que você não estará lá quando eu chegar, e o momento que eu tantas vezes imaginei, onde eu te abraçaria e não te soltaria, esse momento nunca acontecerá. Uma das coisas que eu mais desejei nos últimos meses foi um telefonema seu. Que dissesse qualquer coisa. Mas, acho que isso nem te importa né? Espero que esteja tudo bem com você, que esteja feliz. Talvez você tenha encontrado alguém.. Um alguém mais convencional talvez, um alguém menos problemático, um alguém menos eu. Espero que essa pessoa cuide bem de você, te entenda quando você precisar, e espero que vocês conversem. Espero que esteja feliz, que se sinta em segurança, que pare de afastar de você quem mais te quer bem. Espero que realize os seus sonhos, mesmo que eu não faça parte deles.
Tenha bons sonhos e corra atrás deles.
Se cuida!

PS: Para você aquele poema do Vinicius de Moraes que te mostrei uma vez.

Soneto de Contrição
de Vinicius de Moraes.
Eu te amo, Maria, eu te amo tanto
Que o meu peito me dói como em doença
E quanto mais me seja a dor intensa
Mais cresce na minha alma teu encanto.

Como a criança que vagueia o canto
Ante o mistério da amplidão suspensa
Meu coração é um vago de acalanto
Berçando versos de saudade imensa.

Não é maior o coração que a alma
Nem melhor a presença que a saudade
Só te amar é divino, e sentir calma...

E é uma calma tão feita de humildade
Que tão mais te soubesse pertencida
Menos seria eterno em tua vida.

Top 10 da Semana.

  • 1º Músicas - Marcelo D2, Los Hermanos, Chico Buarque
  • 2º Livros - Leite Derramado
  • 3º Pessoas - Eduardo, Pedro, Jessyca, Leka
  • 4º Filmes - Sociedade dos Poetas Mortos
  • 5º Séries - Star Trek, One Tree Hill
  • 6º Comidas - Pizza
  • 7º Poema - Poema de Sete Faces
  • 8º Bebidas - Fanta Uva
  • 9º Lugar - Casa do Eduardo, Pizzaria
  • 10º Pensamento - "Iaiá, se eu peco é na vontade de ter um amor de verdade, pois é."
Ocorreu um erro neste gadget

Leitores *