' Camila, por Camila.

Minha foto
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil
Citando Clarice já de início, diria que 'minha alma tem o peso da palavra nunca dita.' Com um pouco de ousadia diria ainda que 'a palavra é meu domínio sobre o mundo!' Mais! Diria que sou compulsiva com coisas que gosto, como livros, filmes, séries, fotos, entre tantas outras. Gosto de muito mais coisas do que não gosto. Sou facilmente conquistada, e não sou tão fácil de desconquistar. Para escrever, me considero muito mais subjetiva, na vida muito mais objetiva. Posso dizer que amo, amo os amigos, os que me amam, e mesmo os que não amam. Mas, me assusto com o amor, acho o amor forte demais, grande. E não sei lidar muito bem com ele. Tenho medo de amar e magoar, de ser amada e magoada. Tenho medo de tanta coisa... Sou aquela que quer decidir o que fazer da vida e quer fazer isso direito. Aquela aspirante a Historiadora e que gosta muito, mas sempre tem um pouco de dúvida. Mas, falar de si mesmo é parcial demais, deixo para os que me conhecem e ainda assim me compram! Por Camila.

sábado, 26 de junho de 2010

"O próprio sol não enxerga até que o céu se abra." (Shakespeare)

Sem postar a todo esse tempo, acho que algumas coisinhas aconteceram.
Minha animação já não está tão em alta quanto no começo do ano, mas ainda assim tenho estudado, apesar de que também tenho saído bastante.
É que não é tão simples ficar aqui em casa, como pode parecer.
As brigas constantes me enjoam, e eu fico bastante inquieta.
É muito ruim eu aparecer aqui somente quando estou inquieta demais para simplesmente deitar e ver TV.
No último semestre as coisas passaram rápido demais pra mim, eu acho. Sinceramente eu espero que continue assim. Rápido! Poderia ser tudo menos complexo, menos injusto, talvez mais seguro, mais agradável. Mas, se não der, que pelo menos seja rápido, e indolor. Ou que não seja tão doloroso como está sendo. Acho que não conheço alguém que tenha paciência pra ler qualquer coisa que eu escreva, e acho mais ainda que ninguém se importa com qualquer coisa que eu possa dizer.
E eu não sei se me importo com isso. Digo, com o fato de ninguém ler isso, já que o que escrevo aqui não é nenhuma confissão, ou declaração.
Parece meio autista, talvez meio depressivo. Se alguém que não me conhece ler isso talvez conclua que eu corte meus pulsos, mas, hey! Não é bem assim. Eu sou até divertida. Pelo menos meus amigos acham, ou mentem pra mim. Vai saber!
O fato é que essa é uma coisa interessante! "Ninguém é totalmente sincero o tempo todo!" Então desconfie, o mundo é dos espertos!
Sobre a frase no começo do post, vi no filme "Um príncipe em minha vida", e resolvi coloca-la.
Seu significado, segundo o filme, é que quando as pessoas amam, elas ficam cegas e não pensam racionalmente. Não acredito totalmente nisso, essas coisas de filmes clichês me matam um dia.
Não que eu não goste, por que eu gosto de coisas clichês, coisas velhas, passadas, fotos antigas, músicas que ninguém mais ouve, filmes repetidos são o que eu realmente gosto!
Gosto de saber tudo o que vai acontecer, de saber as falas dos personagens, e de mesmo assim rir numa parte engraçada, ou chorar rios de lá
grimas.
Acredito que as pessoas deviam ser mais sinceras, e que tudo acontecesse como em filmes,
em que o final é sempre previsível, e as coisas boas logo acontecem.
Na vida real, as coisas ruins dão mais pano pra manga, e que mangas.

Seja realista e as pessoas vão te ver como pessimista! Vi isso ontem no twitter, não lembro quem postou.

Um comentário:

  1. Aqui neste Post (http://consiliencia.blogspot.com/2010/04/como-transformar-um-problema-numa_14.html) tem uma outra idéia!

    ResponderExcluir

Top 10 da Semana.

  • 1º Músicas - Marcelo D2, Los Hermanos, Chico Buarque
  • 2º Livros - Leite Derramado
  • 3º Pessoas - Eduardo, Pedro, Jessyca, Leka
  • 4º Filmes - Sociedade dos Poetas Mortos
  • 5º Séries - Star Trek, One Tree Hill
  • 6º Comidas - Pizza
  • 7º Poema - Poema de Sete Faces
  • 8º Bebidas - Fanta Uva
  • 9º Lugar - Casa do Eduardo, Pizzaria
  • 10º Pensamento - "Iaiá, se eu peco é na vontade de ter um amor de verdade, pois é."
Ocorreu um erro neste gadget

Leitores *